Termo

Tibetano:

ཚུལ་གསུམ་

tsul gsum

Sânscrito:

trairūpya

Português:

três critérios, três condições, três requisitos.

De acordo com o lógico Dignāga, uma razão comprobatória correta deve atender a três critérios, i.e., possuir três características (tshul gsum - sânscrito: trairūpya): 1. (ཕྱོགས་ཆོས་ - phyogs chos - sânscrito: pakṣadharma) Deve estar presente no sujeito-dharmin em que o atributo característico do sujeito também está presente, i.e., o atributo deve ser uma característica do sujeito-dharmin. 2. (རྗེས་ཁྱབ་ - rjes khyab - sânscrito: anvayavyāpti) Deve estar presente em todos os casos semelhantes ao atributo qualificado, i.e., deve haver uma abrangência lógica positiva, uma concomitância positiva. 3. (ལྡོག་ཁྱབ་ - ldog khyab - sânscrito: vyatirekavyāpti) O atributo qualificado deve estar ausente em todos os casos, i.e., deve haver uma abrangência lógica negativa, uma concomitância negativa. O segundo e terceiro critérios demonstram que a razão ou motivo está inseparavelmente conectada ao atributo qualificado. Essa conexão inseparável entre eles é chamada abrangência, penetração ou concomitância (ཁྱབ་པ་ - khyab pa).

Inglês:

three conditions, three modes, threefold criteria.

Espanhol:

Francês:

Italiano: