Termo

Tibetano:

ཆེན་པོ་བདུན

chen po bdun

grande sete

 Atenção: provisório – em revisão 

Sânscrito:

Português:

Sete Grandezas

De forma bastante suscinta, pode-se dizer que as Sete Grandezas (chen po bdun) que explicam em que sentido o Mahāyāna é superior ao veículo básico são: 1. Grande objecto de atenção (dmigs pa chen po): a compreensão surge ao centrarmo-nos nos textos que expressam os ensinamentos do bodhisattva, e o vasto e profundo significado que estes textos exprimem. 2. Grande prática (sgrub pa chen po): os praticantes mahāyāna conseguem os dois benefícios: o próprio bem-estar e o de todos os outros seres sencientes. 3. Grande sabedoria (ye shes chen po): Através do poder da realização completa dos dois tipos de ausência-de-eu, os praticantes mahāyāna compreendem rigpa, a grande simplicidade, em que a vacuidade e a compaixão são indivisíveis. 4. Grande diligência (brtson 'grus chen po): Os praticantes mahāyāna treinam no aperfeiçoamento, maturação e cultivo por três imensuráveis kalpas etc. 5. Grandes meios hábeis (thabs la mkhas pa chen po): Treinando no caminho que não reside nem na existência nem na paz, os praticantes mahāyāna nunca abandonam os seres sencientes, mas ainda assim aperfeiçoam a sua própria meditação. Estas primeiras cinco qualidades distinguem-se da perspectiva do veículo enquanto caminho à iluminação. As duas últimas são estabelecidas da perspectiva do veículo enquanto fruição, que é o destino. 6. Grande realização perfeita (yang dag 'grub pa chen po): a realização das qualidades ilimitadas da budeidade. 7. Grande actividade iluminada (phrin las chen po): a constante execução de atividades para o benefício e felicidade de todos os seres sencientes, por quanto tempo perdurar o saṃsāra. Ver: Maitreya e Jamgon Mipham Rinpoche. A Feast of the Nectar of the Great Vehicle, Māhayānasūtrālaṃkāra.Tradução Padmakara Colorado: Shambhala Publications, 2018. p. 777-778.

Inglês:

Espanhol:

Francês:

Italiano: