Termo

Tibetano:

སྤྱོད་པ་རྒྱ་ཆེ་བའི་ལུགས་ , རྒྱ་ཆེན་སྤྱོད་ , རྒྱ་ཆེན་སྤྱོད་རྒྱུད་

spyod pa rgya che ba'i lugs , rgya chen spyod , rgya chen spyod rgyud

 Atenção: provisório – em revisão 

Sânscrito:

vaipulyatantra

Português:

tradição das Vastas Atividades, linhagem das Vastas Atividades

O Bodhisattva Maitreya compilou os sūtras do terceiro girar da roda do Dharma, compôs os cinco tratados com o seu nome (que estabelecem a visão do "vazio do outro", gzhan stong), e ensinou-os a Asaṅga. Asaṅga escreveu ainda Cinco Tratados sobre os Bhūmis (sa de lnga) e outras obras, enquanto o seu irmão Vasubandhu, após adotar o Mahāyāna, compôs oito prakaraṇas, ou textos explicativos. Estes são a fonte da tradição das Vastas Actividades, que expõe o ensino sobre a natureza-de-buda e o bhūmis dos bodhisattvas, e assim por diante. Esta tradição foi mantida e propagada por mestres tais como Dignāga, Dharmakīrti, e Candragomin. O ritual de voto de bodhicitta e respetiva prática segundo esta tradição foram introduzidas no Tibete por Atiśa. [TPQ]

Inglês:

tradition of vast activities.

Espanhol:

Francês:

lignée de vaste activité*

Italiano: