Termo

Tibetano:

སངས་རྒྱས་

sangs rgyas

"purificado"+ "desenvolveu"

Sânscrito:

बुद्ध

buddha

desperto, iluminado, o que desabrochou

Português:

buda, buddha

Um ser que removeu todos os obscurecimentos emocionais e cognitivos, revelando assim todas as qualidades iluminadas da verdadeira natureza da mente. O termo “buda” em sânscrito – ou na sua grafia original “buddha” – significa literalmente “o desperto”.

De acordo o pāli e o sânscrito, significa o "desperto" ou "iluminado". Trata-se de um epíteto derivado da raiz √budh, e significa "despertar" ou "abrir" (tal como uma flor), como tal é entendido como alguém que despertou do sono da ignorância profunda e cuja mente desabrochou com o conhecimento de todos os dharmas (fenómenos). De acordo com a etimologia do tibetano, trata-se daquele que purificou (sangs) os dois tipos de obscurecimentos e "desenvolveu" (rgyas) os dois tipos de omnisciência (o conhecimento da natureza dos fenómenos e a da multiplicidade dos fenómenos).

Do ponto de vista do mahāyāna, existem inúmeros budas. Para informações sobre o Buda histórico, Siddhārtha Gautama, ver: Śākyamuni.

Inglês:

buddha

Espanhol:

buda, buddha

Francês:

bouddha

Italiano:

buddha