Termo

Tibetano:

དགེ་སྦྱོང་

dge sbyong

aquele que treina na virtude

 Atenção: provisório – em revisão 

Sânscrito:

श्रमण

śramaṇa

alguém que faz esforço [BHSD], renunciante, mendicante [PDB]

Português:

renunciante, śramaṇa

Um termo usado na Índia para um renunciante ou mendicante, denotando qualquer pessoa, budista ou não-budista, que siga uma vida religiosa errante.

Referia-se sobretudo aos religiosos masculinos de vários grupos de praticantes itinerantes, incluindo os budistas, era frequentemente associado à casta guerreira (kṣatriya), que desafiaria a hegemonia dos sacerdotes brāhmanes e a religião brahmânica dominante derivada dos Vedas. Enquanto a tradição brahmânica remonta a um corpus de literatura centrada nos Vedas, os movimentos śramaṇa derivam de personagens históricas que floresceram por volta do século VI a.e.c. (...) nomeadamente os grupos que, nos textos budistas, são chamados de seis "mestres heterodoxos" (tīrthika) e são constantemente criticados pelo Buda por fomentarem pontos de vista erróneos. (...) Estes ascetas errantes foram também chamados "parivrājaka" ("aqueles que saem para a vida sem-abrigo"), em contraste direto com os que vivem em habitações (gṛhastha) cujo comportamento era regido pelas leis estabelecidas em dharmaśāstras. (...) No Budismo, śramaṇa é também usado genericamente para se referir a todos os monges, incluindo o Buda, cujos epítetos incluem "Śramaṇa Gautama" e "Mahāśramaṇa", "Grande Renunciante". O termo ocorre frequentemente no composto śramaṇabrāhmaṇa, "renunciantes e brāhmaṇas". Este composto tem um leque de significados. Em alguns casos, refere-se simplesmente àqueles que praticam e beneficiam dos ensinamentos de Buda. Em outros casos, refere-se a praticantes religiosos não budistas. Nos éditos de Aśoka, o termo é usado para referir aqueles que são dignos de respeito e oferendas, sendo śramaṇa usado para significar monges budistas (e possivelmente outros ascetas) e brāhmaṇa tomado para significar sacerdotes brāhmaṇa. O termo śramaṇa deve ser cuidadosamente distinguido de “śrāmaṇera”, um monge noviço. [PDB]

Inglês:

renunciate, śramaṇa

Espanhol:

Francês:

Italiano: