Termo

Tibetano:

རྙིང་མ་ , རྙིང་མ་པ་ , སྔ་འགྱུར་རྙིང་མ་

rnying ma , nying ma pa, snga 'gyur rnying ma

a antiga

 Atenção: provisório – em revisão 

Sânscrito:

Português:

Nyingma, Escola das Antigas Traduções, Antiga Tradição, nyingmapa

Lit. “a Antiga”. A Escola das Antigas Traduções, a primeira tradição do budismo tibetano, foi assim batizada quando do surgimento das tradições das novas traduções durante o séc. X. A escola Nyingma mantém as suas linhagens e vitalidade até hoje, e os seus seguidores estudam e praticam os tantras — e os seus ensinamentos correlativos — segundo as traduções feitas por tradutores como Vairocana e Nanam Yeshe De, sob patrocínio imperial e supervisão de paṇḍitas indianos como Śāntarakṣita e Vimalamitra — durante o primeiro período de introdução do Dharma no Tibete no Séc. VIII. Além dos textos desta fase de tradução, esta escola também baseia a sua prática nos textos que vieram a ser revelados posteriormente, os termas, legados por Guru Rinpoche aos seus vinte e cinco discípulos, como Yeshe Tsogyal, o Rei Trisong Detsen, Vairocana, Namkhai Nyingpo, etc.

Nota: O nome da escola é Nyingma e os seus adeptos são os nyingmapas.

Inglês:

nyingma, ancient tradition, old translation school, the old school, ancient translation school.

Espanhol:

Nyingma o Nyingmapa, Tradición Antigua, Escuela de traducción antigua

Francês:

première école de traduction, Nyingma

Italiano:

antica tradizione, tradizione Nyingmapa